Daniele V Silva - Webdesigner, desenvolvedor front-end, programador de interfaces, Gerente de projetos web, consultora e freelancer

Untitled – Earlybird

Reciprocidade no design para web

Publicado em , por , na categoria Ux - Design Emocional, Webdesign

O que é a Reciprocidade

A Reciprocidade é um dos principios mais básicos da psicologia social, ele sugere que:

Se você der alguma coisa de graça, a maioria das pessoas sente a necessidade de retribuir.

Quando ganhamos um presente, nos sentimos em débito com a pessoa que nos presenteou, isso gera desconforto e inconscientemente procuramos uma forma de equilibrar as coisas.

Parece simples, mas é bastante efetivo.

Para haver o sentimento de reciprocidade, o favor oferecido deve ser dado de livre vontade, e se torna ainda mais poderoso quando não há o interesse aparente de se receber uma retribuição, então é diferente de um acordo ou de um contrato, onde fazemos alguma coisa sabendo exatamente o que receberemos de volta.

É um conceito social que surgiu com a evolução humana, somos recompensados por fazer algo de bom, e quando alguém faz algo de bom para nós, precisamos demonstrar que entendemos o valor dessa ação, que somos gratos, e estamos em condições de retribuir, então, além de tudo, é uma forma de demonstrar o poder. Por isso, muitas vezes desejamos retribuir com algum melhor do que recebemos, assim não nos sentimos diminuídos.

Além disso, o fato de retribuir o favor não anula o efeito do favor recebido. Alguém que nos ofereceu algo de espontânea vontade sem pedir nada em troca, sempre será lembrado por isso

Quando existe um relacionamento é muito mais fácil pedir por favores, sugerir ações ou conseguir a preferência de seus usuários diante da concorrência.

Por mais que o visitante execute uma ação pequena em pagamento, ele sempre vai lembrar de você como alguém que concedeu algum benefício, a partir daí é só cuidar do relacionamento.

Pense no seu conteúdo como o equivalente as “amostras grátis” no mundo offline, oferecendo uma pequena porção, você conquista o interesse dos visitantes e a predisposição para realizações simples em troca. Por isso as Newsletters, os conteúdos nas mídias sociais e artigos técnicos como esse se tornam populares.

A reciprocidade é um conceito chave para o entendimento do comportamento social ela é um motivador de ação de diversos aspectos diferentes. Precisamos aprender a pensar no design focado nesse tipo de interação, ela afeta diretamente o trabalho daqueles que buscam formas mais inteligentes de se comunicar com os seus clientes.

Erros na prática da reciprocidade

resultadosdigitais_com_br_materiais-educativos_marketing-digital-para-empreendedoresUm formulário de cadastrado enorme para permitir o acesso ao conteúdo que você está prometendo.

Nesse caso, acontece o processo inverso a reciprocidade, primeiro o usuário precisar realizar uma ação para depois receber o benefício.
http://resultadosdigitais.com.br

FireShot Screen Capture #029 - 'Vantagens da reciprocidade no design para web I Daniele VSilvaDaniele VSilva' - www_danielevsilva_com_br__p=10356Não entregue todo o seu conteúdo ao custo de um click

Depois de todo esse trabalho, é muito importante estabelecer um relacionamento com cada visitante que esteja interessado em seu conteúdo. Por isso, não publique todo o seu conteúdo sem antes recolher alguma informação que permita uma comunicação com os visitantes

Então qual é o jeito certo?

Organize todo o conteúdo que você produzir na plataforma que vc escolher, pode ser um e-book ou um blog, por exemplo.

Prepare uma pequena prova do seu conteúdo, um resumo atraente do que ele vai encontrar quando acessar na integra, e publique numa área aberta do seu site ou blog.

Crie um Call to action onde o visitante terá acesso ao  conteúdo completo mediante alguma ação, como um cadastro simples, você pode inclusive, utilizar a conexão com alguma rede social para evitar que o visitante preencha um formulário.

Explicando:

Depois de oferecemos uma pequena prova do conteúdo de qualidade, o visitante já vai estar disposto a executar ações simples em contrapartida.

Preencher um formulário com o e-mail, ou se cadastrar usando uma rede social, não exige um grande esforço e é bastante rápido pra executar.

Para ebooks,  você pode solicitar o e-mail com a desculpa de enviar o conteúdo por e-mail, já para blogs, onde todo o conteúdo fica disponível, você pode sugerir que ele se mantenha informado através de uma newsletter de alerta para cada atualização.

Eu concordo que pedir somente o e-mail do visitante, é uma informação superficial, então, para refinar seu mailing, após enviar o conteúdo que você prometeu, envie um email com link para um “segundo passo no processo de inscrição”, assim não fica invasivo, e os visitantes terão a opção de preencher se quiser. Se não quiserem, tudo bem, o mais importante você já tem: o contato de um potencial cliente

3 opiniões sobre “Reciprocidade no design para web”

  1. Do outro lado, junto à parede, havia sete caminhas enfileiradas, cobertas por lençóis brancos imaculados. http://www.blackhatlab.com/branca-de-neve-e-os-sete-anoes/

  2. Oi Daniel,

    Sou um dos fundadores da Resultados Digitais e quis colocar um ponto extra que não foi levado em conta na análise.
    A gente tinha um formulário mais reduzido e de fato nossa taxa de conversão era um pouco maior. No entanto, quando passamos a pedir mais informações, ficou muito mais efetivo o trabalho de filtrar as oportunidades de negócio mais adequadas para nós e repassar para o time de vendas e a redução na taxa de conversão não foi tão alta assim (ainda geramos quase 20.000 Leads mensais)
    Com a troca conseguimos atender mais pessoas e de forma mais efetiva, gerando mais receita.
    Acho que um ponto importante também é a marca que conseguimos construir ao longo do tempo, que gera naturalmente um pouco mais de credibilidade e aceitação ao preencher o formulário.
    Entendo a sua crítica, mas nossa escolha foi baseada em métricas de negócios na ponta final: vendas.
    Abs

    1. danielevsilva disse:

      Oi Bruno!
      É Daniele, : D sou menina… Mas, não liga não, já tô acostumada.
      Então… Nesse artigo, eu procurei falar somente da reciprocidade.
      No caso que você citou, especificamente, o foco não é a reciprocidade, o que não significa que seu modelo de negócio vai falhar, você pode ter sucesso por fatores diferentes.
      Não existe uma receita única pro sucesso quando se trata de design, eu ainda pretendo falar de diversos outros assuntos que podem influenciar na conversão, por exemplo, a popularidade que vc citou no comentário quando falou da construção marca.
      Eu concordo que com informações mais completas fica mais fácil filtrar as oportunidades, mas num projeto que trabalhei anteriormente, o nosso cadastro continha somente nome e e-mail, conseguimos uma quantidade gigantesca de contatos, depois o nosso telemarketing entrava em contato para completar o cadastro, também fizemos campanhas específicas para otimizar o mailing com brindes para quem participasse. Construímos um mailing quantitativo e outro qualitativo, e acredite, a diferença de tamanho não era tão grande, posso dizer que 80% dos inscritos completaram o perfil mais tarde em uma das campanhas, o que tbm significa que conseguimos 20% a mais de contatos (incompletos) do que conseguiríamos com um formulário grande. Aqui, aplica-se a reciprocidade em momentos diferentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *